construindo o presente


Cartas FSP

18/02/2015

Era assim:

"Enquanto alguns (e são muitos), novamente, perdem o pouco que tem nas enxentes recorrentes de São Paulo, o prefeito mantém-se firme em suas prioridades distorcidas e pinta a cidade de vermelho, destruindo atabalhoadamente uma boa idéia pela via da falta de planejamento e da pressa "compreensível". Neste drama surgem alguns paradoxos: as ciclofaixas estão vazias e distribuem-se de modo "incompreensível", enquanto os alagados não tem água nas suas torneiras e vão receber uma conta de água mais salgada. Aí está uma justiça social muito injusta, um progresso retrógrado, uma prática que não devia mais ser praticada."

Ficou assim:

"Enquanto muitos perdem o pouco que têm nas enchentes de São Paulo, o prefeito Fernando Haddad mantém-se firme nas suas prioridades distorcidas e pinta a cidade de vermelho, destruindo atabalhoadamente uma boa ideia em razão da pressa e da falta de planejamento. As ciclovias estão vazias, enquanto os alagados não têm água na torneira. É um progresso retrógrado."



Escrito por Gustavo A J Amarante às 15h36
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Sudeste, Homem
Histórico
Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
  Josias de Souza
  Fernando Rodrigues
  #euvotodistrital
  Sandra Giacopini
  Filosofia
Votação
  Dê uma nota para meu blog